domingo, 15 de junho de 2014

Dia de Faxina


Hoje resolvi que era dia de faxina. Não é todo dia que acordamos com essa disposição, por isso logo me levantei. Andei pelos cômodos da casa em busca de qualquer coisa que se enquadrasse na categoria de tralha. O trabalho ia ser árduo. Minha mãe que o diga.

Só que sem pretensão nenhuma passei de frente ao espelho e parei quando vi meu reflexo nele. Naquele instante tive a certeza por onde deveria começar a faxina geral – por mim mesma.

Resolvi me livrar do sorriso contido. Já estava mais que na hora de gargalhar outra vez. Abrir um gostoso sorriso para as simplicidades da vida.

Resolvi deixar a desconfiança de lado. Quem sabe já não estava em tempo de dar um novo voto de confiança para o marido, para a colega, para o vizinho, enfim, para o próximo que de alguma forma nos decepcionou.

Resolvi que era hora de tirar a maquiagem. Lembrar que havia uma beleza singular em andar de cara limpa. Limpa de inseguranças e complexos. Sem camuflagem, sem photoshop, sem filtro.

Resolvi que era hora de jogar fora as mágoas que carrego no peito e que tornam a minha caminhada tão pesada.

 Resolvi que já estava mais que em tempo de deletar aquelas mensagens irônicas e cheias de sarcasmo que só serviam para alimentar a erva daninha do rancor em meu jardim.

Resolvi que era oportuno me afastar daquelas pessoas que só atrasam a minha vida. Elas nunca têm nada bom a acrescentar, mesmo. São eternas fontes de fel e contendas.

Resolvi que era hora de terminar de vez com aquela relação doentia que em nada se parecia com amor.

Resolvi que era hora de jogar o medo no fundo da lata do lixo e finalmente criar coragem para ir em busca dos meus sonhos engavetados.

Resolvi que era hora de me desfazer de vez da vão expectativa de achar que irei agradar todo mundo. Essa façanha nem mesmo o Mestre dos Mestres conseguiu. Imagine, eu!
                                                                                                                             

                                                                                                                                Jorgeana Jorge